?

Log in

Previous Entry | Next Entry

Trombando por ai com o filme "Vampiro - The Last", saiba que é um filme típico de faculdade de cinema. A primeira indicação é a mais fácil de encontrar. Os créditos do filmes são cuidadosamente feitos para destacar a equipe técnica. Depois o filme em si faz juz a "lenda", que diz que quem estuda cinema em faculdade, gosta de revolucionar. Só que não buscam fazer filmes diferentes e inovadores (George Lucas é a exceção a regra), mas formas novas de filmar.

O fato de serem tão obcecados pela imagem do filme, acaba fazendo que os futuros cineastas, esquecem de todo o resto da produção... Porque além do fato de cair sempre na mesmice de filmar gente no submundo, usando drogas e fazendo sexo, como nenhuma pessoa normal conseguiria. Eles esquecem que além de um bom roteiro, o filme precisa que os atores sejam dirigidos.

A falta de uma direção de atores, gera diálogos vazios e interpretações terríveis, isso quando lembram de contratar atores para o filme. Estudante de cinema tem o mau hábido de chamar pessoas sem nenhuma, ou muito pouca experiência em arte dramática para fazer seus filmes, com a velha desculpa de deixar o filme "realista"... Por favor, se querem tanto criar algo realista, melhor mudarem para jornalismo investigativo ou coisa do tipo. Isso quando não chamam amigos e parentes para "atuar" em seus filmes.

Claro que falo de um filme universitário americano, apesar dos padrões acima se aplicarem ao brasileiro. A diferença é que o estudante de cinema brasileiro, mal tem a chance de fazer um curta-metragem, que dirá um filme de longa-metragem e que seja exportado para fora do país, ao ponto de ganhar dublagem em língua estrangeira. Porque podemos encontrar "Vampiro - The Last" dublado e muito bem dublado, em português.

O curioso é que quanto vi o filme "Drácula 3000", tive a certeza que era um filme trash, no melhor estilo Ed Wood, que usava todos os "defeitos especiais" possíveis na época de sua produção. Logo, dava para se divertir vendo o filme e incluir o mesmo, na lista de um bom exemplo de trash, com tudo que um filme de vampiro não deve ser... Se quiser chegar a um nível de "Drácula de Bram Stoker". Porém para quem está começando a fazer filmes e conta com um orçamento muito pequeno, ou simplesmente quer fazer um filme junto com os amigos para depois colocar no YouTube, "Drácula 3000" é ao meu ver o melhor exemplo a seguir. O básico para filmar e montar um filme está lá.

Já "Vampire - The Last" possui todas as características de um filme tipicamente de universidade, o qual só quem fez faculdade consegue entender... Ou nem isso. Ninguém fora do meio consegue ter paciência para ver um filme desse tipo. Começa pela obsessão exagerada por camera na mão... Qual o problema dessa pessoal com o tripé? Porque na faculdade falam que o tripé é a base "metafórica" do cinema, mas todo mundo insiste de ignorá-lo na hora da filmagem. Então temos a fotografia falha, que varia muito de cena para cena... E os ângulos? Esses deixariam os produtores da "A Bruxa de Blair" com inveja, pois além de incluir todo o tipo de ângulos ensinados na faculdade, coisa que nem o diretor mais experiente conseguiria fazer, eles inclui outros "inovadores" que faz o espectador ficar tonto... Especialmente nas cenas dramáticas, onde eles fazem questão da camera na mão, aumentado o desconforto do espectador.

A sorte é que, em geral, tais filmes se perdem no tempo, como alguns filmes em VHS das antigas locadores, que depois que inventaram o DVD você nunca mais ouviu falar. Só que lembra que viu, porque era seu primeiro video cassete e você queria tirar uma onda com seu próprio "cinema em casa", vendo tudo que tinha na locadora.

K.R.





Show media
Loading...



Latest Month

November 2012
S M T W T F S
    123
45678910
11121314151617
18192021222324
252627282930 
Powered by LiveJournal.com
Designed by Katy Towell